a
Sed ut perspiciatis unde omnis iste
natus error sit voluptatem accusan
tium doloremque laudanti.
Follow me

contato@verazattera.com

Figurinos – Véra Stedile Zattera
17621
page-template-default,page,page-id-17621,page-child,parent-pageid-346,theme-audrey,eltd-core-1.1.1,woocommerce-no-js,audrey-ver-1.5,eltd-smooth-scroll,eltd-smooth-page-transitions,eltd-mimic-ajax,eltd-grid-1200,eltd-blog-installed,eltd-default-style,eltd-fade-text-scaledown,eltd-header-standard,eltd-no-behavior,eltd-default-mobile-header,eltd-sticky-up-mobile-header,eltd-menu-item-first-level-bg-color,eltd-dropdown-default,eltd-,eltd-header-style-on-scroll,eltd-fullscreen-search eltd-search-fade,eltd-side-menu-slide-from-right,eltd-woocommerce-columns-4,eltd-woo-small-space,eltd-woo-single-thumb-below-image,eltd-woo-single-has-pretty-photo,wpb-js-composer js-comp-ver-6.0.5,vc_responsive

Figurinos

O vestuário, ou algum detalhe deste, distingue e caracteriza, por si só, alguns povos da terra. É fácil lembrar inumeráveis peças de vestir próprias de um lugar ou região do mundo. Vem-nos rapidamente à mente, como exemplos, o vestido espanhol, o chapéu gaúcho, os tamancos holandeses, o quimono dos japoneses. As peças mais identificáveis surpreendentemente seguem sendo usadas através de séculos e pela mesma população, dando um caráter de eternidade a elas, e tornando-se, por isso, tradicionais e exclusivas. A execução de figurinos, criados e supervisionados em sua execução pela especialista, se espelha no século XIX, momento em que se fixam, na maioria dos povos, as características dos seus trajes tradicionais.

  • All
  • Conesul
  • Gauchos
  • imigrantes
  • Óperas e Balé